A Profecia Celestina (James Redfield)

by - 11:00


Eu fiquei bastante tempo assistindo vídeos sobre sincronicidades, lei da atração e vários outros assuntos relacionados no YouTube por um tempo. Certo dia eu assisti a um vídeo sobre sincronicidade que falava sobre o livro A Profecia Celestina (compre agora). Não sabia do que se tratava, mas já tinha ouvido falar e achei muito legal o que aconteceu com a menina do vídeo. Mas até aí tudo bem! O nome ficou gravado na cabeça, mas não criei nenhuma necessidade de adquirir o livro.

Já fazia um tempo considerável que eu estava percebendo "coincidências" na minha vida até que um dia, andando pela cidade com a minha mãe, achamos um sebo e ela se deparou com esse livro. Ele tava 5 reais, então a gente achou válido trazer pra casa e ela me deixou ler primeiro. E eu não estava minimamente preparada pro que ia ler!

A primeira palavra que se destacou (logo no prefácio - do Paulo Coelho) foi sincronicidade. E daí pra frente todas as coisas tiveram esse tom. Comecei a ouvir o podcast Matéria Escura (do Lucas Silveira) na semana anterior e alguns temas foram abordados no livro. Eu passava por alguma situação no dia, quando lia o livro, tava lá. Passei a perceber como a gente realmente se conecta com tudo e como as coisas fazem absoluto sentido quando a gente se propõe a só estar aberto e prestar atenção.



MAS SOBRE O QUE É O LIVRO?

O livro é uma ficção sobre um manuscrito encontrado no Peru com 9 visões espirituais que prometem mudar a forma como os seres humanos existem e coexistem no planeta. Conforme a história vai se desenrolando os personagens e a gente vai tendo acesso ao que cada uma das visões propõe e em como cada uma delas funciona na prática. E, com tudo isso, ainda há a tentativa da igreja e do governo de omitir essas informações e acabar de vez com a propagação do manuscrito.

Aplicando na vida que a gente leva cotidianamente, muitas coisas podem (e devem) ser aplicadas e, eu particularmente, acho que é o tipo de livro que abre a mente da gente. Desliga um pouco a nossa necessidade de adquirir, de disputar, de travar quedas de braço e ajuda a entender melhor como que a gente pode prestar mais atenção na forma como a gente lida com nossos dramas e influencia na vida de outras pessoas.

Eu terminei de ler pensando "caramba, que livro!" e daí vim aqui dividir com você porque além de ter uma mensagem muito bacana, a história te envolve e a leitura é um tanto viciante. Cê fica doido/a pra saber o que vai acontecer na próxima página! Recomendo

• • •

Follow Me:
YouTube | Instagram | Spotify

Deixe seu comentário

You May Also Like

0 comentários