MÚSICA: Mulheres Que Me Inspiram

11:00


Olá! Aproveitando que ontem foi dia internacional da mulher, venho trazer uma ideia que já tinha comigo há bastante tempo e não tinha compartilhado ainda. Minha formação musical (ainda em construção) teve influência majoritária de mulheres desde que eu me entendo por gente. Muito por causa da identificação, é claro! E logo abaixo eu trago uma lista com 10 exemplos de mulheres incríveis que me inspiraram e inspiram até hoje. Já de antemão quero dizer que não tem ninguém muito fora dos holofotes nessa lista e que, sim, estou falando especificamente das minhas influências musicais.

▶ SANDY
Culpo a Sandy até hoje pelo meu interesse pela música. Eu devia ter 6 anos de idade quando comecei a ouvir Sandy & Junior e foi a partir dali que eu quis carregar pra vida esse negócio de cantar. Quando eu era bem mais nova, me inspirava nela pra praticamente tudo na vida. Acho que a Sandy é o melhor exemplo de alguém que sempre esteve na música e sob os holofotes e não surtou com a pressão. Amo a arte dela, as letras dela falam demais comigo e um dos maiores sonhos da minha vida é conhecer essa mulher!


▶ SPICE GIRLS
Lembro de ser muito criança e brincar com uma amiga que a gente era as Spice Girls. Naquela época eu tinha muita dificuldade em aceitar que eu era mais parecida com a Mel B, porque eu queria ser a Emma. Anos mais tarde eu fui entender a importância de ter a Mel B com o black poderoso dela lá naquela época (demorei, mas entendi). E é louco demais ver o poder que as Spice Girls tinham na época que elas estouraram.


▶ ROUGE
Outra influência musical super forte (quase tanto quanto Sandy & Junior). Assisti o programa Popstar e uma das primeiras músicas que cantei em público era delas. Cansei de me apresentar com as amigas na escola dançando músicas do grupo e quase não dou conta da felicidade e orgulho que eu sinto por ver como elas estão arrasando agora que voltaram.


▶ AVRIL LAVIGNE
Comecei a aprender e a me interessar por aprender inglês na época de Sk8er Boy e daí por diante eu não parei mais. Adorava o estilo da Avril! Amava as roupas, o olho super preto, as gravatas e as calças largas. Mas também amei depois que ela mudou de estilo e começou a usar mais rosa. Ainda quero demais ir a um show dela (coisa que ainda não rolou, mas seguimos tendo esperança).


▶ PITTY
Foi quando eu comecei a querer virar roqueira (sim, eu tive essa fase). Descobri pelo meu irmão e me encantei com um mundo de músicas que não falavam de amor. Foi o que mais me chamou atenção naquela época e também foi quando minha escrita ganhou muito mais sentido e possibilidades. Também foi a época em que eu comecei a tocar violão e a cantar numa banda. Então, a Pitty foi a girl power que me deu mais power na fase de transição da infância pra adolescência.


▶ LILY ALLEN
A voz doce e as letras ácidas conquistaram o meu coração. Acho genial como ela consegue dizer as coisas mais bruscas do mundo com cara de princesa e a voz mais suave da face da Terra. As melodias alegrinhas às vezes enganam demais e eu sempre amei isso no trabalho da Lily. Na lista das conquistas da minha vida está um show da Lily Allen (que já faz tanto tempo que nem me lembro em que ano foi - mas foi na época do It's Not Me, It's You).


▶ DEMI LOVATO
Fato engraçado: uma vez eu machuquei o pescoço imitando as jogadas de cabelo dela na época do Here We Go Again. Foi um tempo depois que Camp Rock estourou que eu realmente foi ouvir e prestar atenção, mas desde que vi um vídeo ao vivo dela cantando La La Land, eu me apaixonei definitivamente. Acho que ela não tem o reconhecimento que merece como cantora. A voz e a técnica dela são as coisas mais impressionantes que eu já vi.


▶ AMY WINEHOUSE
Amor da minha vida! Foi outra mulher que me ensinou que composições podem ser muito mais do que o óbvio, do que qualquer coisa que a gente já tenha escutado antes. Ela também me ensina até hoje muito sobre o amor (especialmente amor próprio), os limites que são importantes manter pra que as pessoas que a gente ama não sejam um problema na nossa vida e mais um monte de coisas. Queria muito ter sido amiga dela.


▶ KATY PERRY
Amava as versões acústicas dela (lá do começo da carreira) e logo depois me apaixonei por toda estética que ela trazia. Os figurinos, os cenários, maquiagem, enfim tudo. Ela parece uma boneca e parece meiga, mas depois você vê que ela não é tão meiga assim, é super brincalhona e isso é maravilhoso. Já era apaixonada pelas músicas, pelo trabalho dela até ver o filme e me inspirar ainda mais na pessoa forte e decidida que ela é.


▶ DODIE
Minha mais recente inspiração. Foi quando eu comecei a querer tocar ukulele que conheci o canal dela e PELAMOR DE DEUS, eu acho essa menina genial! Rainha da criatividade e dos vídeos mais fofos dessa internet de meu Deus. Não tem medo de dizer as verdades dela, é super transparente e sensível nas composições. Ai, só amor...


Eu tô com o coração na mão porque deixei várias de fora (Hayley Williams, Eliza Doolittle, Kate Nash, Sara Bareilles, todas as bandas femininas ou com vocal feminino que eu ouvi ao longo da vida, mas a lista já tá suficientemente grande), mas fica pra uma próxima!

Quais são as mulheres que mais inspiram vocês?

• • •

» Follow me «
SpotifyInstagram | YouTube

Deixe seu comentário

Você talvez goste

0 comentários