O que você chama de amor?

10:52

Ela estava ali abrindo o coração, dizendo que o amava desde a adolescência. Mas que não tinha mais forças pra correr atrás e se desgastar em vão pra conseguir que aquele afeto fosse retribuído. Me pareceu uma confissão dolorosa. Daquelas que as pessoas fazem quando não suportam mais o peso do sofrimento que carregam, mas estão mais ou menos acostumadas a ele.

Escuto esse tipo de coisa e sempre fico intrigada. Por que a gente acha que o amor é desse jeito? Por que a gente acredita que se não rolar sofrimento, muita dor, rejeição e frustração a gente não está sentindo direito? E, pior, por que a gente nutre sentimentos por quem tá pouco se lixando pra gente? É um ideal que a gente monta, esperando que o outro corresponda. Mas a verdade é que se ele não gosta, é uma perda de tempo muito grande tentar fazer com que ele note como você é legal e amável. Se ele não sabe disso, então ele visivelmente não merece a sua companhia.

Não, amiga. Não é você que está perdendo a chance inenarrável de tê-lo por perto. Não tem nada de errado com você. Não é o seu cabelo, não é o seu jeito, não é o seu corpo e nem a sua forma de ver a vida. E mesmo que fosse! Não seria por causa dele que você deveria mudar, mas por sua causa. Se transformar numa pessoa que ele hipoteticamente amaria não vai te fazer bem e não é a fórmula mágica pra felicidade.

Sabe o que pode te fazer bem? Entender que nenhum outro amor vai te bastar se ele não partir de você pra você antes de mais nada. Clichê, não é mesmo? Mas aprendi a não subestimar os clichês quando, na prática, percebi que eles fazem muito sentido. Enquanto cê tá aí chorosa, o mundo continua girando. Olha esse tempo perdido com quem não liga! Como eu já disse, não tem nada de errado com você. Exceto acreditar que existe fórmula mágica pra felicidade.

A gente se decepciona, chora e desacredita, até perceber que, embora isso tenha acontecido um número considerável de vezes, isso não precisa ser um padrão. E muito menos normal! Se ele não te enxerga como uma mulher incrível, desencana porque não é ele. E não fica com medo de largar o osso, amiga. Você não precisa dele. Não chame de amor as migalhas às quais você se agarra pra se sentir menos sozinha. Não tem nada de errado em ser só, desde que você suporte a sua própria companhia.

Você talvez goste

2 comentários

  1. Só li verdades. Me lembrou uma frase que vi hoje mesmo em algum lugar, "se você não começar amando a si mesma, jamais conseguirá amar outro alguém de verdade".

    Blog Entretanto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a máxima do amor. As pessoas talvez achem que isso é besteira. Mas, na prática, é assim que funciona. Pra saber o amor que vc merece, só se amando, né? Aí não rola de aceitar migalhas porque vc se trata bem e não aceita menos do que isso.

      Super obrigada pelo comentário. Vou te visitar
      Beijão ❤

      Excluir