5 dicas para não desanimar

10:30

Ok, o desânimo é algo bastante comum e acontece com todo mundo. Mas é péssimo quando ele toma conta e nos impede de fazer o que precisamos, queremos ou devemos fazer. Pensando nisso e na quantidade de ânimo que eu preciso ter em 2016 e ainda não tô tendo, resolvi escrever esse post pra ajudar não apenas quem tá precisando de uma força, mas pra eu mesma lembrar que o desânimo é uma fase e que essa fase pode ser superada, né não?

Então, baseada na minha sonhadora forma de ver o mundo (lembrando que não tem nenhuma verdade absoluta aqui e que o post não é de autoajuda - encare como uma conversa entre amigas, beleza?), vamos às cinco dicas para não desanimar:

1. Mantenha seus sonhos em mente 
São eles que vão fazer com que você não jogue tudo pro alto. Se você tem algo a realizar, você sabe que não pode simplesmente se desligar de tudo. São seus sonhos. Sua responsabilidade é lutar por eles. Entenda que existe um caminho até o que você quer e que ele raramente é fácil. Mantenha-se firme. Combinado?

2. Inspire-se 
Esteja sempre em contato com coisas que te inspiram. Blogs, livros, filmes, pessoas. Vai dar uma volta, observar os lugares, as casas, as relações. Tente extrair significado de acontecimentos simples. Quase sempre a gente consegue ver as coisas por uma perspectiva nova e ter boas ideias, o que nos leva a ter um pouco mais de paciência.

3. Faça uma pausa 
Às vezes a vida pesa um pouco. E se forçar em algumas atividades pode desgastar ainda mais. É claro que nem sempre temos autonomia suficiente pra tirar uma folga. Mas sempre que for possível, convém tirar um tempo pra si. Pra pensar, pra se organizar, pra decidir o que fazer, no que melhorar. O ócio às vezes ajuda a gente a ver coisas que no agito do dia a dia acabam passando despercebidas.

4. Não desista (ou o famoso "continue a nadar") 
Eu sempre digo que desistir não é uma opção. E sempre tento manter isso em mente, porque é o que me faz pensar em alguma maneira de seguir adiante. Se agora não está dando certo, em algum momento pode dar. E se não der, em algum momento vai surgir um caminho novo ou alguma coisa pra ajudar. É só não desesperar.

Talvez este e o primeiro item sejam os mais importantes. Porque quando você sabe que ninguém vai viver a sua vida por você, a menos que tenha pouquíssima força de vontade, você vai querer se mover com certeza. Seus sonhos, seus anseios e todo o caminho por traçar... Só você pode fazer essas coisas. Se é você que quer colher os frutos, vai ter que plantar. Mesmo que seja chorando. Na volta você sorri.

É isso! Beijos e até

Você talvez goste

2 comentários

  1. Tive que salvar esse post para ler em todos os dias da minha vida! Sou super ansiosa e, por causa disso, acabo desanimando quando "não vejo resultado" no que faço ou "demora muito a acontecer". Já cansei de desistir do meu blog, mas sempre me lembro o motivo de eu estar lá e também onde eu quero chegar com ele, além do que já melhorou por causa dele, e resolvo persistir. É chato, mas faz parte. Acho que de vez em quando é até positivo pois, comigo pelo menos, é quando a pessoa se dá o direito de voltar a abrir os olhos e ir ver a vida lá fora, podendo até trazer mais e mais coisas para cá. Seu blog é apaixonante! Parabéns outra vez. ❤
    garotas-basicas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Não sei por que cargas d'água só tô respondendo o seu comentário agora, mas obrigada, de verdade. Desanimar é um negócio que acontece, é normal e muitas vezes nos possibilita enxergar além do que a gente tá vivendo no momento (pelo menos comigo funciona assim - sempre tento ver de outro jeito). Mas desistir é que não pode. Ser persistente é essencial

      Excluir