Poem A Day - O equilibrista

20:00

Ela não era do tipo que deixava as defesas caírem muito fácil. E nem era do tipo que reparava nas pessoas à sua volta. Sempre usava fones de ouvido. Isso porque queria ter um pretexto pra não perder a hora de voltar pra casa. Era seguro, confiável e fácil viver dessa maneira. Ela nunca pensou duas vezes porque nunca deixou ninguém chegar perto o suficiente pra convencê-la.

Ele era do tipo que vivia pra encantar as pessoas. Pra ele um dia bom era baseado em fazer alguém sorrir. Talvez ele ainda não tivesse percebido mas, a garota de fones que passava por ali todos os dias, já havia roubado a sua definição de "dia bom". Então, todos os dias ele ia pra casa se perguntando o que lhe faltava.

Um dia ela esqueceu os fones em casa. Saiu na rua com medo dos sons, se esquivando das pessoas. Ao dobrar a esquina, o viu suspenso, a se equilibrar na corda bamba. Percebeu que a sua "distância segura" não a prenderia mais. Porque quando eles se olharam, o encanto do equilibrista chegou perto o suficiente pra convencê-la. Chegou ao coração. Então, ela sorriu. E ele entendeu o que lhe faltava e sorriu também... com o coração.

Você talvez goste

4 comentários

  1. O destino sempre ajuda a favor do amor verdadeiro. Ouvir a escuridão as vezes pode dá medo, mas quando ouvimos a voz do coração todo esse medo passa. É só uma questão de tempo :D

    http://joicyrecco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, quando é pra acontecer, simplesmente acontece. Sem medo, sem poréns...
      Beijos ♥

      Excluir
  2. Uau! Adoro histórias assim, eu sou muito romântica e acredito que vou encontrar meu amor em uma esquina e nossos olhos vão se cruzar rs

    www.purpurinanasvaidosas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinta-se em casa, vira e mexe tem algum conto assim por aqui ♥
      Beijos

      Excluir