Poem A Day - O cárcere

10:30

Pode falar. Tenho o dia inteiro. Na verdade, tenho muito tempo. Não vou a lugar algum. Sua história pode ser longa, pode até ser chata que eu não tenho escolha a não ser ouvir. Eu não sei se você percebeu, mas tem sido assim há muito tempo. E depois de todas aquelas mensagens insistentes de "onde você está?", já não tenho muita paciência pra sair daqui, pra me desligar, pra me afastar. Então, eu aceitei o cárcere. 

Você pode me achar triste, mas eu costumo usar outra palavra no lugar dessa: acomodada. Depois de alguns anos, eu comecei a sentir preguiça da queda de braço e prefiro só me trancar, aumentar o volume e deixar ser. Inevitavelmente as coisas mudam. Às vezes a gente não quer ver ou não quer lidar com essas mudanças, mas elas já aconteceram. Eu sei, o mundo lá fora está uma droga, mas é que esse tédio está me matando.

Você talvez goste

0 comentários