Pra você ficar

13:28

Você me olhou com carinho pela última vez naquele dia antes de fechar a porta. Eu achei que meu coração fosse pular pela boca, então sorri sem mostrar os dentes. Você foi doce e isso interrompeu a minha amargura. Eu te entendi pela milésima vez e isso doeu como sempre. Porque te entender não significa menos incômodo ou menos vontade de sumir daqui quando você me olha decidido a não ficar. 

Eu fiz um trato pessoal de não tocar mais no assunto e nem em nada ao redor dele. Mas no domingo, quando eu te vi sorrir, achei que seria uma boa ideia acreditar. Mas não era. E eu não levei 24 horas pra compreender que estava me enganando outra vez. Tentar transformar as coisas em algo que elas não são só infringe dor. E já tem dor sobrando. Não precisamos de mais. Não precisamos de outra razão pra dizer adeus. 

Pode parecer estranho, mas eu fiz questão de gravar cada momento na memória. O seu olhar, seu carinho e a mão na maçaneta da porta. Eu não sei se eu quis muito ver ou se realmente aconteceu, mas a maneira como seus dedos se fecharam na maçaneta me disse o quanto você gostaria de permanecer. E mesmo com tantos motivos pra ir, eu não posso em nenhum momento perder a esperança de que um dia você fique. E fique pra sempre.

Você talvez goste

2 comentários

  1. "E mesmo com tantos motivos pra ir, eu não posso em nenhum momento perder a esperança de que um dia você fique. E fique pra sempre." esse trecho bateu forte...

    ResponderExcluir