Perdendo o controle

03:24

Às vezes a gente toma umas chacoalhadas e percebe que estava tão por fora, tão desconectado de tudo que chega a parecer óbvio. Mas não era. Não quando a gente estava andando na direção errada. Mas ainda bem que cada dia é uma nova chance e as respostas não se escondem pra sempre.

Eu tive sorte. E reconheço que nem todo mundo tem as mesmas chances. E reconheço que faço corpo mole pra muita coisa que exige pulso e decisão. Sim, estou cansada disso. Mas também não gosto de ficar enfatizando coisas que não precisam ser ditas, mas mudadas. Se eu não tiver força o bastante pra mudar, pelo menos também não terei desperdiçado as palavras.

Mas sim, hoje é só pra dizer que eu entendo e desisto de tentar fazer sempre do meu jeito. Porque toda vez que eu tento, sempre me deparo com as mesmas soluções. Não dá pra fugir de quem somos de verdade ou do que realmente se trata a nossa existência. Podemos bater a cabeça contra a parede várias vezes, mas sempre estaremos de volta ao mesmo lugar.

Por isso, hoje só quero me sentir agradecida pelo tanto de respostas que encontrei, mesmo sem procurar e menos ainda merecer. Ainda assim, elas chegaram na hora certa e me ajudaram a enxergar com mais clareza. Tudo sempre no seu momento certo, uma feliz coincidência.

A vida segue e a gente precisa seguir também. Sabendo ou descobrindo a hora de parar e de recomeçar. E de se render e não controlar tudo, porque é justamente na mania de controlar tudo que a gente perde o controle.

Então, eu me rendo.

Você talvez goste

2 comentários

  1. Me sinto da mesma forma! Cansei de reclamar, de tentar mudar. Não existe essa coisa de tentar. Existe o fazer e pronto. Com fé, vamos em frente :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque se errar é pra valer, tentar nada mais é do que o fazer em si...
      Peguei o fio e tô aqui brisando em cima disso agora.

      Excluir