Poem A Day - O Som ao Redor

10:46


Cães latem e tento me concentrar no que estou fazendo. Não tenho cães e me irrito com o barulho. Passa uma moto barulhenta demais pro meu gosto. A vizinha grita pro cachorro se calar. A tv tá alta. Não durmo sem o barulho do ventilador. Se o despertador não estiver num volume razoável, eu não acordo. Se a música não estiver num volume contagiante, eu não danço. Ouço o portão bater, passos se aproximam. Vozes. Tem gente contando papel, dando risada, dando piti, dando descarga. Por algumas horas no dia o mundo fica no mudo, mas continua ecoando enquanto eu durmo.

Você talvez goste

0 comentários