Poem A Day - A fantasia

00:00

Na minha fantasia as pessoas trabalham porque gostam, e não por migalhas que não compensam o aborrecimento. E, na mesma fantasia, a moça que interrompe as minhas cópias não tem bafo de café e é feliz de verdade quando atende o telefone e diz "ah, oi amor". Nessa fantasia que me faz sorrir a cada dez minutos, enquanto gasto minha energia por suados sete reais a hora, o tempo não passa tão depressa e ao mesmo tempo tão arrastado.

As pessoas não me olham atravessado porque faço amizade mais fácil com o sexo oposto. A moça que eu atrapalhei sem querer diz "tudo bem" quando eu peço desculpas. Eu não derrubo todos os grampos de papel por falta de atenção. O banheiro compartilhado não é tão fedorento e a torneira não molha toda a minha blusa. A Alameda não está parada e acordar às cinco não me dói até o último fio de cabelo sonolento.

Você pode me achar bobinha por fantasiar tanto, mas é mais bacana pensar que você mora a quinze minutos de mim, do lado da padaria que tem o melhor sonho do bairro. Todas as tardes são ensolaradas, com céu colorido e um ventinho frio que te traz pra mais perto ao som da sua música favorita. Eu não digo, mas essa música sempre me emociona um pouco. Várias fichas sobre o que eu penso da vida caem. E apesar de parecer meio doida aqui no canto, rindo sozinha e cantarolando, é essa a fantasia que eu visto, quase como uma armadura, pra enfrentar os dias, os gigantes e as saudades.

Você talvez goste

2 comentários

  1. Adorei a forma que você encaminhou o texto e escolheu as palavras, me diverti lendo! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadão!
      Foi um texto muito gostoso de escrever. Fico muitíssimo feliz que tenha gostado! :)

      Excluir